"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

31/07/2013

Ela mata

Ela mata-me.
Ela mata-me mais e mais a cada dia que passa.
Assassina-me pedaço a pedaço. Tortura-me freneticamente com olhares incendiados e com sorrisos maquiavélicos que me deixam louco, obrigando-me a pedir por mais. Rasga-me a carne com as unhas deixando-me quase sem respiração. Fala-me ao ouvido, insiste em sussurrar-me que gosta de me torturar, deixa-me arrepiado com a respiração ofegante que sai da sua boca. Os nossos corpos tocam-se rapidamente com um vício extremo e pedindo sempre estridentemente, a cada gemido, por mais.
Ela ama matar-me e eu amo-a.

9 comentários: