"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

21/10/2013

22:25

Amor com amor se paga. E, não existem contas que paguem dividas sentimentais. Se insistem em amar durante uns tempos porque é que o fim é sempre totalmente trágico? Porque é que as memórias que aqueceram o peito de êxtase desaparecem sucessivamente? Teimam em quebrar espelhos por cobardias insanas. Um coração partido e amores perdidos não são tragédias. Porque as tragédias surgem pela complexidade de querermos mudar aquilo que não sobreviveu à força e não existe força que mude um fim competitivo como a força de um amor acabado. Não existe. Não existe! Aqui, por estas bandas, aceitam-se fins... Eu, própria, muitas vezes acabei com tudo antes de ter começado. 

1 comentário: