"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

29/10/2013

Estranhamente emocional

Vieste sem aviso e ficaste. Deixei-te ficar, nem sei bem porquê. Tens esse jeito que me consegue fazer rir. Conheces as palavras que eu preciso de ouvir. Conheces-me cada vez melhor e eu não tenho medo que o faças, é estranho, mas não tenho medo. Transmites-me confiança e fazes-me bem. És parte do meu sorriso. E eu amo-te. Amo-te a ti e à tua amizade. Fazes-me querer escrever para ti, mesmo que eu não saiba o que escrever. É, tornas-te ainda mais especial porque escrevo para ti. E ainda mais um pouco porque sabes que eu escrevo para ti. Tornas-me diferente, e eu nem sei se isso é bom ou mau, mas também, isso do bom ou mau é muito relativo quando falo de ti. Porque tu és tu, e por muito redundante que isto soe, é tudo o que sei dizer.

Sem comentários:

Enviar um comentário