"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

24/11/2013

Sabem quando vocês se apaixonam pela escrita de alguém? Quando as palavras são aquelas que nos fazem ficar horas e horas sem querer dar por terminada uma conversa, quando há qualquer tipo de magia das palavras que nos são dirigidas. Palavras cativantes, sedutoras da nossa mente, um vício entranhado em nós. Por vezes a madrugada já vai longa, mas o sono é escasso. E tudo por mais umas palavras, por mais um pouco de conversa. Quando o rosto e o corpo passam para segundo plano na ordem de importâncias, em prol daquela mente que vos seduz. Daquelas ideias, daqueles valores pelos quais se regem. Já me senti seduzida tantas vezes por palavras. Há mentes que nos consomem porque encaixam na nossa na perfeição, mesmo que não sejam iguais. Tal como num puzzle, para duas peças encaixarem uma na outra, nunca poderão ser iguais.

3 comentários:

  1. Ora aqui reside uma ligeira dissertação familiar.
    Bebo das palavras muitos dos nutrientes que me carburam existencialmente.

    ResponderEliminar