"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

15/01/2014

20.55h

A energia que os nossos olhos emanam quando se cruzam é totalmente inexplicável. Se alguém a visse diria que precisamos de juntar as nossas almas. Rapidamente. Precisamos do aconchego que só elas dão e do calor que só elas trazem. Do fogo e do frio. Do contraste não contrastado. Da diferença semelhante que acaba a unir-nos. Precisamos do silêncio que transmite o que nem um conjunto de palavras consegue fazer. Porque é mais que palavras. Acaba por ser olhares, sorrisos lançados que apanhamos no ar e guardamos no bolso para mais tarde recordar.  Para nos melhorar  o dia numa altura que não esteja sorridente.
Se eu, ao acaso - que acaba por não o ser -, disser que te amo tu percebes a imensidão do que essa palavra carrega e os segredos que esconde? Aqueles que só a ti revelo num olhar perdido quando a noite fria nos envolve? Por muito que se tente fica sempre tanto por dizer, tanto por desvendar.

7 comentários:

  1. Os olhos servem para isso, completar as palavras, por isso são descritos como "o espelho da alma" e eles dizem tanto...

    ResponderEliminar
  2. os olhos falam mais do que as nossas palavras.. são mesmo o espelho da nossa alma

    ResponderEliminar
  3. e é com textos como este que tenho a certeza que nunca vais deixar de escrever

    ResponderEliminar
  4. É verdade, os olhos dizem tanto meninas!
    Oh, Lú, se eu tivesse palavras para te responder, respondia. Adorei profundamente!

    ResponderEliminar
  5. nova rubrica de domingo , conto contigo e com a tua opinião passa la pelo blog e diz-me o que achas..

    beijinho anny
    annydajuba.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Tu tens uma escrita doce. Dá gosto de ler. :)

    ResponderEliminar
  7. Obrigada, meninas!! :) É por isto que me dá gosto escrever, os comentários positivos!

    ResponderEliminar