"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

04/01/2014

A vida dele sempre fora mais interessante que a minha. Com esquemas mais produtivos, com aquele sorriso macabro e irritante de tanto desejo que provocava.
Naquele dia que descobri os braços dela enrolados no pano do fato dele, percebi que as suas traições e as suas suspeitas não faziam da sua vida melhor que a minha.
Havia ali apenas o vício incontrolável do descuido, o desejo do escape, e a falsidade no olhar.
Virei costas e nunca mais olhei para trás.


1 comentário:

  1. ai , escreves tão bem :D parecia até um extracto de um livro!

    ResponderEliminar