"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

24/03/2014

Larguei âncora, e tu não fazes parte dos passageiros

Foram 2 anos, 2 anos em que sorri, chorei, gargalhei, brinquei, desabafei, ensinei e acima de tudo, aprendi.
Bem se diz que a gente aprende com os erros, errei ao dar-te mais do que uma oportunidade, errei ao confiar em ti quando algo em mim dizia para não confiar, mas não errei quando comecei a namorar contigo. Quando tudo começou, eramos novos, tu eras um rapaz muito "terra a terra" como dizia a minha mãe, muito maduro, responsável e fiel a tudo e a todos. No fim, pessoas "crescidas", eu amadureci com tudo o que tinha passado até então e tu? Tu recuas-te no tempo em termos de mentalidade... "Sabes o quê que eu acho que ele é? Muito imaturo..." disse o Z. e com razão.
A minha mãe diz que ele a desiludiu imenso (as nossas mães já se conheciam antes de nós nascermos), que tem tido atitudes muito erradas, mas enfim. A vida é "bola para a frente".
Aquilo que um dia foi amor e saudade, cada vez mais são desprezo e acima de tudo pena, pena por te teres rendido perante as circunstâncias, pena por teres preferido não ligar à minhas chamadas de atenção e ouvir o "amigo" de anos.
Mas a escolha foi tua, "cavas-te o teu buraco, agora vais enterrar-te sozinho" disse-te eu um dia e tu encolhes-te os ombros em sinal de "não quero saber", hoje estás a enterrar-te: Estás a ver-me ao teu lado?
"Larga a âncora, o barco já tem destino", no dia em que o D. me disse isto eu escrevi um post, no final do mesmo escrevi: "Larguei âncora, o barco tem destino e tu não fazes mais parte dos passageiros."
Cumpri o que disse, a âncora está lá no fundo do oceano, num mar longínquo.

Foi assim a estreia da minha pessoa, Nea, n "Os Amantes"!

Sem comentários:

Enviar um comentário