"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

24/03/2014

Servi-me do corpo na esperança do corpo se sentir servido, onde a mão se estende, a rolar num piso maciço, enquanto soltavas um gemido nada comedido num subtil alarido, onde sem rede, tudo se ergue no espaço num gesto agradecido.

1 comentário: