"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

07/06/2014

Era como se te rasgassem a pele e te quisessem arrancar o coração lentamente, não era?
Era como se a música já não te ajudasse a acalmar e o conforto de um cobertor não fosse suficiente.
Os sonhos que pensavas serem a tua motivação, eram pisados por aqueles a quem um dia chamaste de irmãos. O teu sorriso pesava, porque te entregavam toneladas de raiva. Raiva de ti.
Os teus passos rumavam ao destino certo, mas as tuas pegadas na areia eram apagadas pela maré de inimigos.
O dia chegava ao fim e sentias nojo da tua existência, do teu trabalho falhado e do caminho passado que perderas o rasto.
A noite vinha e não conseguias compreender que a peça errada do tabuleiro de xadrez não era a tua.

E se assim continua a ser, não esqueças nunca:
O Universo atribuiu-te a persistência dos deuses. Agora todas as galáxias conspiram a teu favor.

1 comentário: