"A vida são dois dias
Um serve para escrever o melhor texto do Mundo.
O outro para morrer a lê-lo."

02/03/2015

os dias em que queremos mais

há dias em que queremos mais.
há necessidade de sentir mais coisas; não só aquele corpo quente que nos pressiona na cama; aquele sussurro ao ouvido enquanto as mãos vão mais além; quando o desejo é consumado vezes e vezes sem conta; quando o nosso corpo fica marcado com mordidas, arranhões e cansaço. Há dias em que queremos mais.
passamos do físico, isso não basta. deixamos de ser "as crianças" em busca de uma simples noite de divertimento e prazer e passamos a querer dias, semanas, meses não de divertimento e prazer, mas de segurança; 
a intimidade de estar sem roupa torna-se banal e o difícil passa a ser despir-nos de segredos; trocamos um beijo nos lábios com a mesma facilidade que respiramos, mas para trocar um pedaço de segredo pedimos silenciosamente que nos torturem para que tal aconteça.
os serões de sexta e sábado necessitam de ser diferente; afinal, queremos mais. Deixamos de querer barulho e encontrões; as típicas noites do tudo ou nada; do prazer ou do álcool. Os serões de sexta e sábado ficavam bem com companhia assídua de uma mão cheia: de um filme, de uma garrafa de vinho, do silêncio, da cumplicidade e de alguém. (alguém que nos faz querer mais que "tudo")
A puta da vida é assim; há dias em que queremos mais......
e nos outros?

5 comentários:

  1. E como queremos...
    Às vezes a vida nos faz pensar acerca de todos os quereres. Os mais próximos vêm ao encontro dos toques e do que sobra depois. E assim seguem os dias e noites...

    ResponderEliminar
  2. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderEliminar
  3. Deixo-vos aqui uma página minha para verem, tem um pouco daquilo que gosto de fazer para além de escrever, fotografar... https://instagram.com/ines.mms
    Só conseguirão ver se também tiverem conta, beijinhos da nês!

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito, há realmente dias em que queremos mais!

    ResponderEliminar